Quarta-feira, 13 de Junho de 2018

«Mudar de Vida»

Quando fico "em baixo" vou sempre procurar a um qualquer canto de mim mesmo coisas que me deixam bem. É um caminho secreto, tão secreto que não sei repeti-lo, mas que me leva a um montículo de minúsculos papéis, pedaços de folhas escritas rasgadas pelo tempo. Julgo que é a isto que se chama memória, mas não tenho a certeza - não encontro qualquer indício de outros rostos, de outros olhares, de outras mãos, mas apenas uma sensação de paz, bem ancorada neste presente.

Separo do montículo, com o cuidado que me merecem todas as coisas frágeis, um desses pedaços. Mesmo sabendo que foi uma escolha, deixo-me envolver num encontro fortuito.

Mudar de Vida - Carlos Paredes, Luísa Amaro e Paulo Curado.

 

Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 01:25
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«Mudar de Vida»

Os "interiores"

Função social da propried...

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

A terra do Capuchinho Ver...

Contributos para uma inte...

«Quando vier a primavera»

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

A oeste nada de novo*

Lili Artic Golden, sem li...

Valha-nos deus

Tejo nauseabundo

Lobbies

Bocejos

Contributos para uma inte...

O envelhecimento é a acum...

mapas rurais

Ajustando as velas

Contrastes

Contributos para uma inte...

Religiões

Negro profundo

Tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

Arquivos