Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015

Este tempo

«Observando a zona euro, verificamos que a governação ideológica pode durar algum tempo, faz os seus estragos na economia, deixa facturas por pagar, mas acaba sempre por ser derrotada pela realidade».

Aníbal Cavaco Silva, numa intervenção no encerramento do Conselho da Diáspora, que decorreu no Palácio da Cidadela, em Cascais.

«A prática é o critério da verdade».

Jorge Jesus, numa entrevista à TVI, alguns dias depois.

 

Este é um tempo de Natal, de Ano Novo, de concórdia e de esperança, dizem os manuais deste tempo.

Diz-me a realidade que este tempo não vem nos manuais, é um tempo de mudança , de incerteza, de coisas novas – é um tempo ideológico.

Diz-me o dia a dia que a verdade não é um bem próximo, um percurso, nem sequer um objectivo – é apenas um selo numa carta sem endereço.

Diz-me o subconsciente que é gratificante viver num país de personagens com tão profundos pensamentos!

O consciente não diz nada: ri deste tempo de inutilidades bíblicas.

 

Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 01:53
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

wildfire

granum

A. Lobo Antunes

«Cebola crua com sal e br...

«mundos mudos» no papalag...

Steinbeck

... fogos gregos

Stefan Zweig

Hermann Hesse

«Mudar de Vida»

Os "interiores"

Função social da propried...

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

A terra do Capuchinho Ver...

Contributos para uma inte...

«Quando vier a primavera»

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

A oeste nada de novo*

Lili Artic Golden, sem li...

Valha-nos deus

Tejo nauseabundo

Lobbies

Tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

Arquivos