Quarta-feira, 9 de Novembro de 2016

À espera de Godot

IMG_4363.jpg

Hillary ou Trump? E eu aqui à espera...

 

Será que quero mesmo esperar para saber ou apenas mergulhar neste vazio, neste esperar por nada, sendo este nada - as  torrentes de palavras na televisão - tudo o que existe?

 

Como na história de Samuel Beckett, Godot nunca mais chega...

Que se lixe!

 

Depois há a rocha e a planta em flor (na Foz do Cobrão, uma espécie de derrame apocalíptico de pedra sobre o rio ocreza...) que serve para dar sentido ao medo que nos estremece quando não dominamos o sentido das coisas.

 

Esta rocha e a planta florida são tudo - o céu é apenas uma encenação do vazio, mesmo que tentemos dar-lhe espaço e tempo e vida, e todas aquelas coisas que desconhecemos e imaginamos como reais e que ingloriamente insistimos em compreender.

 

E Godot nunca mais chega!...

Hillary ou Trump?

 

(Foz do Cobrão - Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; 1/500 s; f/16; ISO 320; 59 mm)

 

Publicado por Fernando Delgado às 01:05
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«A Invenção da paisagem»

«BBB»

wildfire

granum

A. Lobo Antunes

«Cebola crua com sal e br...

«mundos mudos» no papalag...

Steinbeck

... fogos gregos

Stefan Zweig

Hermann Hesse

«Mudar de Vida»

Os "interiores"

Função social da propried...

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

A terra do Capuchinho Ver...

Contributos para uma inte...

«Quando vier a primavera»

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

A oeste nada de novo*

Lili Artic Golden, sem li...

Valha-nos deus

Tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

Arquivos