Sábado, 12 de Novembro de 2016

Outono

IMG_9329.jpg

Ribeira de Penafacão (Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; 0,4 s; f/6,3; ISO 100; 48 mm)

 


publicado por Fernando Delgado às 21:38
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Novembro de 2016

À espera de Godot

IMG_4363.jpg

Hillary ou Trump? E eu aqui à espera...

 

Será que quero mesmo esperar para saber ou apenas mergulhar neste vazio, neste esperar por nada, sendo este nada - as  torrentes de palavras na televisão - tudo o que existe?

 

Como na história de Samuel Beckett, Godot nunca mais chega...

Que se lixe!

 

Depois há a rocha e a planta em flor (na Foz do Cobrão, uma espécie de derrame apocalíptico de pedra sobre o rio ocreza...) que serve para dar sentido ao medo que nos estremece quando não dominamos o sentido das coisas.

 

Esta rocha e a planta florida são tudo - o céu é apenas uma encenação do vazio, mesmo que tentemos dar-lhe espaço e tempo e vida, e todas aquelas coisas que desconhecemos e imaginamos como reais e que ingloriamente insistimos em compreender.

 

E Godot nunca mais chega!...

Hillary ou Trump?

 

(Foz do Cobrão - Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; 1/500 s; f/16; ISO 320; 59 mm)

 


publicado por Fernando Delgado às 01:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Agosto de 2016

Achamentos na Costa Vicentina

IMG_9272.jpg

IMG_9281.jpgIMG_9268.jpgIMG_9274.jpg

IMG_6425.jpg

 

 


publicado por Fernando Delgado às 01:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Outubro de 2015

... que atrás dos tempos

vêm tempos

e outros tempos hão-de vir

(Fausto).

IMG_3202.jpg

(Atrás dos tempos dos lugares: barragem da Marateca, outono. «Eu sei de histórias verdadeiras/ umas belas outras tristes de assombrar»

 


publicado por Fernando Delgado às 01:02
link do post | comentar | favorito
Domingo, 16 de Agosto de 2015

As esmolas do BPI e...

... os insondáveis desígnios do senhor.

IMG_8842.jpg

Sameiro, Braga.


publicado por Fernando Delgado às 00:19
link do post | comentar | favorito
Sábado, 25 de Abril de 2015

Abril

Ainda e sempre «o dia inicial inteiro e limpo», de Sophia.

Ainda e sempre a liberdade!

IMG_3257.jpg

Aveiro. (Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; 1/200 s; f/6,3; ISO 400; 162 mm)

 


publicado por Fernando Delgado às 00:47
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Abril de 2015

Mar

IMG_8436.jpg

(Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; 1/125 s; f/25; ISO 200; 125 mm)

 

Até onde se esconde aquela língua de areia adormecida nas ondas?

(Dizem-me que a felicidade é viver a vida, não é alcançar o que se quer.)

Eu escuto o sussurrar das ondas, observando o lento desfazer da areia numa espuma muito branca que, embrulhando-se em si própria, desaparece lentamente. Em pouco tempo só há mar, só há ondas, só há agitação. Só há vida, sem ontem ou amanhã.

 


publicado por Fernando Delgado às 01:22
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Março de 2015

To the end...

foto de alex timmermans.jpg

 

 

 (Foto de Alex Timmermans "To the end of nowhere....")

Ei-los que partem...

Ou fogem?

 


publicado por Fernando Delgado às 02:41
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 16 de Dezembro de 2014

Outono

IMG_8279.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(Pôr de Sol de Outono. Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; 1/30 s; f/4; ISO 100; 24 mm)

 


publicado por Fernando Delgado às 00:23
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Novembro de 2014

Vulcão dos Capelinhos

À procura de outras coisas, encontrei estas fotos (já com algum tempo...) do vulcão dos Capelinhos, no Faial. Depois de andar sobre aquelas cinzas, lembro-me de ver estas e outras fotos do vulcão calmamente sentado à frente do computador. Tal como nessa altura, também agora fico com a idéia de que, por muito que olhe, nunca conseguirei "ver" o que se "vê" lá - a sensação de esmagamento e de simples redução a um grão daquele pó queimado é tão grande que apetece fugir para o mar infinitamente azul...

IMG_7236.jpg

 

IMG_7239.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

IMG_7246.jpg IMG_7246.jpg

 

 

 

 

 

 

 

IMG_7284.jpgIMG_7287.jpg

(Fotos de Julho 2013) 

 


publicado por Fernando Delgado às 23:50
link do post | comentar | favorito
Domingo, 12 de Outubro de 2014

As loucuras de Berardo

IMG_8069.jpg(Escultura de Breuer-Weil no Buddha Eden - Quinta dos Loridos, Bombarral)

 

De acordo com o próprio Berardo, este Jardim ("Jardim da Paz") surge como reacção à destruição dos Budas Gigantes de Bamyan (sec. VI) no Afeganistão, em 2001, pelo regime talibã.

São  centenas (milhares!...) de esculturas gigantes (seis mil toneladas de pedra) vindas da China e aqui depositadas entre sobreiros centenários e um conjunto de espécies exóticas com dificuldades de "entenderem" o clima local.

Leio de Berardo: “temos que nos respeitar uns aos outros. Há que ter uma participação e ajudar as novas gerações a aprenderem a respeitarem-se mutuamente”, acrescentando que olha este "Jardim como uma plataforma de diálogo com todas as civilizações e, ao mesmo tempo, uma homenagem ao papel que os portugueses historicamente desempenharam no alargar de horizontes do mundo – aquilo a que actualmente se chama globalização. É importante que não se esqueçam que fomos nós que iniciámos o processo”.

 

(A liberdade, a minha liberdade - política, religiosa, moral, cultural, ... -, é a única causa pela qual, se tal fosse necessário, lutaria no sentido físico do termo. Por isso entendo as palavras de Berardo. Mas pensando assim, há coisas - e admito que o problema seja meu -, de que não gosto: tenho muita dificuldade em entender a translocação de símbolos culturalmente bem localizados e datados, mesmo que o motivo invocado seja a irracionalidade talibã e o total desprezo pela liberdade.

Num mundo global é natural que todos nós procuremos entender e conhecer esse mundo, mas já não me parece natural que se peguem em pedaços desse mundo e se coloquem noutro lugar, num lugar culturalmente estranho, sem ligação à sua história... Não se trata de qualquer sentido de pureza da cultura, até porque não tenho nenhuma ilusão acerca dos limites da transacção de bens culturais. É apenas um sentimento que resulta de uma observação intimista: alguns budas pareciam acanhados entre os sobreiros!)

Nota: A Quinta dos Loridos é lindíssima (alguns edifícios são do século XVII) e tem uns vinhos interessantes...

 


publicado por Fernando Delgado às 23:56
link do post | comentar | favorito
Domingo, 7 de Setembro de 2014

Cansado...

(e perdido...) 

 

Ainda não acabei de chegar!...

Esse calendário tem os dias todos?

IMG_4812.jpg

(Barragem da Marateca, ao final do dia...)

 


publicado por Fernando Delgado às 00:33
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2014

A. Gedeão

IMG_6430.jpg

Praia de Carvalhais, Comporta.

(Vê Moinhos? São Moinhos. Vê gigantes? São gigantes.)

 

«Os meus olhos são uns olhos.

E é com esses olhos uns

que eu vejo no mundo escolhos

onde outros, com outros olhos,

não vêem escolhos nenhuns.

 

Quem diz escolhos diz flores.

De tudo o mesmo se diz.

Onde uns vêem luto e dores,

uns outros descobrem cores

do mais formoso matiz.

 

Nas ruas ou nas estradas

onde passa tanta gente,

uns vêem pedras pisadas,

mas outros gnomos e fadas

num halo resplandescente.

 

Inútil seguir vizinhos,

que ser depois ou ser antes.

Cada um é seus caminhos.

Onde Sancho vê moinhos

D. Quixote vê gigantes.

 

Vê moinhos? São moinhos.

Vê gigantes? São gigantes.»

 

António Gedeão. Impressão digital.

 


publicado por Fernando Delgado às 01:54
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 12 de Agosto de 2014

Rui Veloso

IMG_7931.jpg

Rui Veloso, em Oleiros.

 

Foi um concerto triste, a meio da semana, num lugar improvável.

Uns dias depois, em entrevista ao DN, dizia que «É muito difícil para mim aceitar a realidade do país. Fico à espera que isto um dia tenha compostura e volte aos valores básicos da vida. (...) Todos sabem de tudo como no futebol! Gente que nada percebe do que fala mas mesmo assim opina sem critério. Portanto, eu vou parar. Tenho de fazer uma paragem na minha vida para provavelmente estar com os amigos, para poder viajar, para arrumar os meus DVD, deitar fora coisas, trabalhar calmamente na minha música, sem pressões, e pôr em ordem algumas coisas que tenho desarrumadas na minha vida».

Diz mais coisas, mas é fácil perceber que se fartou deste país. Vão chover críticas de quem acha que só os privilegiados se podem dar ao luxo de dizer basta. Não quero saber. Do Rui só espero que não deixe de fazer canções. O resto - este país que um dia há-de voltar aos valores básicos da vida, este país reduzido à mediocridade de gente que nada percebe do que fala (nem imaginas a praga de gente dessa que existe por todo o lado...) -, fica para depois. Eles hão-de acabar por cair em cima da sua própria merda. Resistir é preciso!

 


publicado por Fernando Delgado às 00:57
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Agosto de 2013

... um copo no «Peter»

... gosto de pensar que estas pinturas, nos muros da marina, ou as mensagens, penduradas nas paredes e no tecto do Peter, não revelam qualquer chegada ou partida. São apenas um sinal de passagem, o instante de uma viagem, a força de algo íntimo, o presente que sem compromisso se partilha!  Por isso gosto deste lugar... 

IMG_7146.jpg

 IMG_7336.jpg

 

 

 

IMG_7164.jpg

 Horta. (Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm)

 


publicado por Fernando Delgado às 01:19
link do post | comentar | favorito
Domingo, 28 de Abril de 2013

Cantigas do Maio

IMG_6519.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Alentejo. (Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm)

 


publicado por Fernando Delgado às 00:07
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 7 de Novembro de 2012

Outono

IMG_3123.jpg

(Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; 1/250 s; f/7,10; ISO 400; 200 mm)


publicado por Fernando Delgado às 22:43
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 1 de Novembro de 2012

Ah, Raul!

(... tributo a 60 segundos de televisão no "5 para a meia-noite" de Nuno Markl)

IMG_6176.jpg

(Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; f/22; 1/500s; ISO 125; 88 mmm; conversão P/B)


publicado por Fernando Delgado às 23:27
link do post | comentar | favorito
Sábado, 28 de Julho de 2012

Outros olhares

IMG_6109.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Loriga (junto à praia fluvial)

(Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; f/11; 1/320s; ISO 400; 59 mmm)

 


publicado por Fernando Delgado às 23:26
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 6 de Abril de 2012

Outros olhares

IMG_5170.jpg

Mosteiro da Batalha

(Canon EOS 400D; Sigma 18-200 mm; f/6,30; 1/100s; ISO 400; 59 mmm)

 

É neste chão frio que as cores filtradas nos vitrais revelam os seus limites... Sente-se que a história não passa de um legado inconsistente perante o deslumbramento de alguns dos seus protagonistas. Como dizia Pessoa: Somos hoje um pingo de tinta seca da mão que escreveu Império da esquerda à direita da geografia. É difícil distinguir se o nosso passado é que é o nosso futuro, ou se o nosso futuro é que é o nosso passado. Cantamos o fado a sério no intervalo indefinido. O lirismo, diz-se, é a qualidade máxima da raça. Cada vez cantamos mais um fado. O Atlântico continua no seu lugar, até simbolicamente. E há sempre Império desde que haja Imperador.

 


publicado por Fernando Delgado às 23:01
link do post | comentar | favorito

Setembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar neste blog

 

arquivos

posts recentes

Fertilidade transumante

Floresta/paisagem...

«Não há paisagens para se...

... biodiversidade

«A Invenção da paisagem»

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

Contributos para uma inte...

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

Contributos para uma inte...

mapas rurais

Contributos para uma inte...

Negro profundo

Contributos para uma inte...

Sinais

Recoleção

Domesticação...

Galerias ripícolas

Outono

À espera de Godot

Achamentos na Costa Vicen...

... que atrás dos tempos

As esmolas do BPI e...

Abril

Mar

To the end...

Outono

Vulcão dos Capelinhos

As loucuras de Berardo

Cansado...

A. Gedeão

Rui Veloso

... um copo no «Peter»

Cantigas do Maio

Outono

Ah, Raul!

Outros olhares

Outros olhares

Desertificação

Desvios colossais

Sinais

Tonalidades

Alcántara

Tempos difíceis

Sons no Alentejo

Cogito...

Regressos

As novas paisagens

tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

links