Sábado, 7 de Outubro de 2006

Ausência

¿                                          

            {                                                               ±                                                Õ

        @                              º      Ð      £

                             ð     ¶    «   •       ®    ø                  ³                                           ®
                                                 é        ý       ×                                                ö
                                           ±         ≈
 
                        ™                                                Ý
 
                                            €
 
(... estar ausente não é estar longe, nem sequer não estar aqui. É não ter nada para dizer, porque tudo se consumiu neste quotidiano que, de vez em quando, se torna predador da imaginação!...)
Publicado por Fernando Delgado às 01:11
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

Stefan Zweig

Hermann Hesse

«Mudar de Vida»

Os "interiores"

Função social da propried...

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

A terra do Capuchinho Ver...

Contributos para uma inte...

«Quando vier a primavera»

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

A oeste nada de novo*

Lili Artic Golden, sem li...

Valha-nos deus

Tejo nauseabundo

Lobbies

Bocejos

Contributos para uma inte...

O envelhecimento é a acum...

mapas rurais

Ajustando as velas

Contrastes

Contributos para uma inte...

Tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

Arquivos