Terça-feira, 11 de Julho de 2006

Atrás dos tempos...

Às vezes passam dias e as palavras não existem,... é como se de repente o céu ficasse sem nuvens, sem estrelas, vazio... e, no entanto, isto, este vazio, não é possível. Não há vazios, mas apenas outra coisa que não são palavras..., são cores, são gestos, são silêncios... Mas as palavras também são isto, também são cores, também são gestos, também são silêncios,... só que são outras palavras, são outra coisa, que não se escreve, não se lê, não fica, não permanece. É a isto que chamam a espuma dos dias?, qualquer coisa de irremediavelmente precário, qualquer coisa que vive e morre ao mesmo tempo? Um dia é um dia, com palavras ou sem elas, com gestos ou sem eles, com cor ou sem cor, com gritos ou com silêncios... Por muito que me custe, há dias que não constam da memória e apenas traduzem um tempo ausente. Pena é que esses dias não sejam recuperáveis, reutilizáveis nos momentos em que esse tempo é insuficiente... Devíamos poder escolher os tempos da nossa existência!

publicado por Fernando Delgado às 00:12
link do post | comentar | favorito

Maio 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blog

 

arquivos

posts recentes

«Tanto mar»

Fertilidade transumante

...

Notre-Dame

... à mesa do café...

Floresta/paisagem...

«Não há paisagens para se...

«A natureza deixa sempre ...

Eugénio de Andrade

«Deus e o Diabo»

... biodiversidade

Txoria Txori

A diversidade do territór...

«Tempo»

«Uma narrativa para a pai...

Guião para um filme tragi...

Guião para um filme tragi...

«... para uma geografia e...

Bertolucci

«O Bode Expiatório»

«A Invenção da paisagem»

«BBB»

wildfire

granum

A. Lobo Antunes

«Cebola crua com sal e br...

«mundos mudos» no papalag...

Steinbeck

... fogos gregos

Stefan Zweig

Hermann Hesse

«Mudar de Vida»

Os "interiores"

Função social da propried...

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

A terra do Capuchinho Ver...

Contributos para uma inte...

«Quando vier a primavera»

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

A oeste nada de novo*

Lili Artic Golden, sem li...

Valha-nos deus

Tejo nauseabundo

Lobbies

Bocejos

Contributos para uma inte...

O envelhecimento é a acum...

tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

links