Domingo, 7 de Maio de 2006

Recomeçar de novo

O conhecimento é uma forma de inquietação que parece traduzir o estado de alma das sociedades actuais. Dir-se-á que são assim as sociedades modernas e que este permanente sobressalto é a única forma de estar e participar nas mudanças que continuamente se operam, qualquer que seja o ponto de vista com que as encaremos. Sei que é assim!... Mas de certa forma esta vertigem é contraditória com o próprio conhecimento, que exige tempo para uma aprendizagem e maturação consistentes. Daí, talvez, o cansaço, esta forma biológica de dizer “espera um pouco, ainda não acabei de chegar!”
Publicado por Fernando Delgado às 01:06
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

Stefan Zweig

Hermann Hesse

«Mudar de Vida»

Os "interiores"

Função social da propried...

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

A terra do Capuchinho Ver...

Contributos para uma inte...

«Quando vier a primavera»

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

A oeste nada de novo*

Lili Artic Golden, sem li...

Valha-nos deus

Tejo nauseabundo

Lobbies

Bocejos

Contributos para uma inte...

O envelhecimento é a acum...

mapas rurais

Ajustando as velas

Contrastes

Contributos para uma inte...

Tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

Arquivos