Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012

E se...

 

(Foto da manifestação em Lisboa, 15 de Setembro, retirada daqui)

 

Se amanhã, como sempre, o relógio despertar à mesma hora, a água do duche estiver meio-fria, os olhos teimarem em piscar do sono curto, o primeiro café e o primeiro cigarro souberem mal e a espreitadela pela janela me revelar um sol igual a todos os outros, de todos os outros dias?

 

E se o segurança, como de costume, se levantar ligeiramente da cadeira, com uma vénia - bom dia, sr. engº - e a sra. da limpeza me cumprimentar  - atão, por cá outra vez? -, sorriso enigmático, ainda com o pano do pó na mão?

 

E se...

 

E se isto tem a ver com a liberdade, a minha liberdade?

Publicado por Fernando Delgado às 01:10
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

Stefan Zweig

Hermann Hesse

«Mudar de Vida»

Os "interiores"

Função social da propried...

Word Press Photo

Contributos para uma inte...

A terra do Capuchinho Ver...

Contributos para uma inte...

«Quando vier a primavera»

Contributos para uma inte...

Amenidades invernais

Contributos para uma inte...

A oeste nada de novo*

Lili Artic Golden, sem li...

Valha-nos deus

Tejo nauseabundo

Lobbies

Bocejos

Contributos para uma inte...

O envelhecimento é a acum...

mapas rurais

Ajustando as velas

Contrastes

Contributos para uma inte...

Tags

aprender

canções

esboços

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

rural

todas as tags

Arquivos