Terça-feira, 29 de Dezembro de 2015

Este tempo

«Observando a zona euro, verificamos que a governação ideológica pode durar algum tempo, faz os seus estragos na economia, deixa facturas por pagar, mas acaba sempre por ser derrotada pela realidade».

Aníbal Cavaco Silva, numa intervenção no encerramento do Conselho da Diáspora, que decorreu no Palácio da Cidadela, em Cascais.

«A prática é o critério da verdade».

Jorge Jesus, numa entrevista à TVI, alguns dias depois.

 

Este é um tempo de Natal, de Ano Novo, de concórdia e de esperança, dizem os manuais deste tempo.

Diz-me a realidade que este tempo não vem nos manuais, é um tempo de mudança , de incerteza, de coisas novas – é um tempo ideológico.

Diz-me o dia a dia que a verdade não é um bem próximo, um percurso, nem sequer um objectivo – é apenas um selo numa carta sem endereço.

Diz-me o subconsciente que é gratificante viver num país de personagens com tão profundos pensamentos!

O consciente não diz nada: ri deste tempo de inutilidades bíblicas.

 

Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 01:53
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Arturo Pérez-Reverte

Achamentos na Costa Vicen...

(Gente) sinistro(a)

«Someday this war's gonna...

BREXIT (adenda)

Brexit

Carla Bley

A Seiva da Raíz

Regresso à «Tabacaria»

Abril

... às portas do casino

a força da canção ao vivo...

O casino!...

Retrospectivas

Avec les temps...

Escravatura...

Umberto Eco

As ondas do Albert

Volta-de-lua

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos