Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2014

Crato

«A liberdade de expressão é uma coisa linda: permite-nos distinguir os idiotas»

Ricardo Araújo Pereira

 

Lembro-me de ler nos jornais coisas interessantes de Nuno Crato. Cheguei mesmo a reproduzir aqui parte de alguns desses escritos (O peso de Júpiter ou o Passeio Quântico). Eram escritos de alguém ligado ao ensino, à ciência, que numa linguagem simples e didáctica me entretia com estórias da física, da matemática, da astronomia, ou de tudo um pouco...

 

Um dia convidaram o pobre do Crato para ministro. Estou a ser ingénuo: ele fez-se convidado! E estragou tudo. O homem da ciência virou político, um político medíocre, medroso, sem convicções, sem capacidade de assumir um único acto. Dos ministros que contam (convenhamos que daqueles cinzentões todos que se sentam às quintas-feiras à volta de uma mesa, só quatro ou cinco contam: finanças, economia, educação, saúde, negócios estrangeiros), Crato é claramente o pior de todos. Nem me interessam muito os pequenos actos, a gestão do dia a dia - para alguma coisa existem assessores, directores gerais e outros especializados e dedicados mangas de alpaca! Interessa-me o pensamento político e ideológico do sr. ministro. É arrepiante: exames a professores, cheque-ensino, escola pública versus escola privada, investigação, ... Não se trata de incompetência, trata-se de uma agenda ideológica com fins determinados.

 

Porque me é permitido ter opinião, e liberdade de expressão, posso distinguir o idiota que, quase sempre calado, ausente e com palavras mansas, acha que se pode moldar a realidade à sua ideologia de pequenos e pobres passeios quânticos, sem que ninguém dê por isso.

Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 02:13
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Arturo Pérez-Reverte

Achamentos na Costa Vicen...

(Gente) sinistro(a)

«Someday this war's gonna...

BREXIT (adenda)

Brexit

Carla Bley

A Seiva da Raíz

Regresso à «Tabacaria»

Abril

... às portas do casino

a força da canção ao vivo...

O casino!...

Retrospectivas

Avec les temps...

Escravatura...

Umberto Eco

As ondas do Albert

Volta-de-lua

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos