Sexta-feira, 5 de Junho de 2009

Melancolia

(Parte final da entrevista de Manoel de Oliveira a Judite de Sousa, esta noite na RTP1, numa transcrição livre)

 
«(…)
MO - Eu sinto essa melancolia…, profunda. (…) E esta perda…, não tenho nenhum amigo da minha idade. Muitos outros amigos, mais novos ou mais velhos, desapareceram. Este desaparecer das coisas, este envelhecer com toda a aparência de rapaz novo…, sou o mais velho…, gera uma certa melancolia. A perda das pessoas que a gente estimava… (…)
JS - E como é que o senhor gostaria de ser lembrado?
MO - Com a mesma melancolia que eu me lembro das pessoas que perdi.»
Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 00:45
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«Custo social dos incêndi...

Sinais

Recoleção

Domesticação...

"geografia das ausências"

Galerias ripícolas

do res nulius ao black ac...

A case of you

Assimetrias

J. Fanha

Eduardo Mendoza

«o pregador de verdades d...

Belos dias

A Gente Vai Continuar

Talamou

Dylon

«A realidade é uma opiniã...

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Arturo Pérez-Reverte

Achamentos na Costa Vicen...

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos