Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

Lei e ética

Na quadratura do círculo, Pacheco Pereira fez uma abordagem interessante da quesão da lei e da ética, insurgindo-se contra a idéia de que numa democracia republicana, a lei é a ética (aparentemente uma frase de Pina Moura).
Tem razão o JPP! A ética é mais exigente que a própria lei, sobretudo quando se trata de actos políticos. Não faz sentido esperar que a lei determine se um determinado acto é legal ou ilegal - a sua eventual legalidade não legitima o acto do ponto de vista ético. Há muitos exemplos em política e quase sempre as vítimas de processos reclamam inocência após decisão judicial, esquecendo-se que o que está em causa são comportamentos eticamente condenáveis e não apenas ou só a prática de actos ilegais. Aliás a questão colocada por JPP é neste aspecto assassina: como se explica que, com vencimentos de político (ministro, autarca, etc.), se chegue a milionário em poucos anos?...
Publicado por Fernando Delgado às 00:14
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

Ajustando as velas

Contrastes

Religiões

Negro profundo

«Ninguém desce vivo de um...

Recomeços

«Custo social dos incêndi...

Sinais

Recoleção

Domesticação...

"geografia das ausências"

Galerias ripícolas

do res nulius ao black ac...

A case of you

Assimetrias

J. Fanha

Eduardo Mendoza

«o pregador de verdades d...

Belos dias

A Gente Vai Continuar

Talamou

Dylon

«A realidade é uma opiniã...

«Human»

Outono

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos