Quinta-feira, 30 de Março de 2006

PRACE

Começaram pela macroestrutura - fizeram bem! Só não tenho a certeza se existe um fio condutor para tudo isto, uma estratégia pensada e amadurecida que suporte uma definição clara das microestruturas - aí sim, onde o futuro se traduz no dia a dia...
De qualquer modo é a primeira vez (que me lembro) que se decidiu levantar a tampa da panela para deixar saír (ou expulsar?) uns vapores em excesso... Ainda não se alteraram condimentos! Só espero que a panela não se entorne, ou que uma espera excessiva liberte odores de esturro, típicos de alguns legumes do Terreiro do Paço...
Publicado por Fernando Delgado às 23:56
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

Eduardo Mendoza

«o pregador de verdades d...

Belos dias

A Gente Vai Continuar

Talamou

Dylon

«A realidade é uma opiniã...

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Arturo Pérez-Reverte

Achamentos na Costa Vicen...

(Gente) sinistro(a)

«Someday this war's gonna...

BREXIT (adenda)

Brexit

Carla Bley

A Seiva da Raíz

Regresso à «Tabacaria»

Abril

... às portas do casino

a força da canção ao vivo...

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos