Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2005

Outros Olhares

 

(Barragem de Sta. Águeda, Castelo Branco)
Estes locais são sempre um bom indicador das atitudes do nosso tempo. Os rastos são bem visíveis, sejam eles sacos plásticos de engodo deixados por alguns pescadores, embalagens multicores de batatas fritas facilmente associáveis a um passeio de qualquer família, ou indescritíveis objectos de visitantes ocasionais... Dizem que o lixo é um conjunto de objectos inúteis, descartáveis, sem rosto, nada!... Parecem-me cada vez mais o espelho da nossa inconsciência, do resto de nós mesmos, o resultado de nossa entropia, da nossa irressistível caminhada para o caos,... Quem puxa o autoclismo?
Publicado por Fernando Delgado às 01:14
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

Belos dias

A Gente Vai Continuar

Talamou

Dylon

«A realidade é uma opiniã...

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Arturo Pérez-Reverte

Achamentos na Costa Vicen...

(Gente) sinistro(a)

«Someday this war's gonna...

BREXIT (adenda)

Brexit

Carla Bley

A Seiva da Raíz

Regresso à «Tabacaria»

Abril

... às portas do casino

a força da canção ao vivo...

O casino!...

Retrospectivas

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos