Quinta-feira, 20 de Setembro de 2012

E se...

 

(Foto da manifestação em Lisboa, 15 de Setembro, retirada daqui)

 

Se amanhã, como sempre, o relógio despertar à mesma hora, a água do duche estiver meio-fria, os olhos teimarem em piscar do sono curto, o primeiro café e o primeiro cigarro souberem mal e a espreitadela pela janela me revelar um sol igual a todos os outros, de todos os outros dias?

 

E se o segurança, como de costume, se levantar ligeiramente da cadeira, com uma vénia - bom dia, sr. engº - e a sra. da limpeza me cumprimentar  - atão, por cá outra vez? -, sorriso enigmático, ainda com o pano do pó na mão?

 

E se...

 

E se isto tem a ver com a liberdade, a minha liberdade?

Publicado por Fernando Delgado às 01:10
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Arturo Pérez-Reverte

Achamentos na Costa Vicen...

(Gente) sinistro(a)

«Someday this war's gonna...

BREXIT (adenda)

Brexit

Carla Bley

A Seiva da Raíz

Regresso à «Tabacaria»

Abril

... às portas do casino

a força da canção ao vivo...

O casino!...

Retrospectivas

Avec les temps...

Escravatura...

Umberto Eco

As ondas do Albert

Volta-de-lua

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos