Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

God Save The Queen

«Completam-se hoje sessenta anos da ascenção ao trono da Rainha Isabel II»

 

(E assim se prova que há lugares onde os tempos não mudam, ou mudam mas os poderes são indiferentes a essa mudança, continuam inamovíveis, estáticos, mumificados. No fundo, não são poder, são uma ficção. Nada de grave quando à partida se sabe que a ascenssão ao trono é a chegada a um sítio simbólico; mas é o sítio, o trono, ou quem o ocupa, que é simbólico? Não se leva longe de mais este faz de conta, esta forma de transformar o inquilino no telhado da casa no pressuposto de que se obterá uma habitação mais estável? Convenhamos que é preciso coragem para assumir este estado de heroicidade inútil! Cumprimentos republicanos.)

Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 01:21
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

Ajustando as velas

Contrastes

Religiões

Negro profundo

«Ninguém desce vivo de um...

Recomeços

«Custo social dos incêndi...

Sinais

Recoleção

Domesticação...

"geografia das ausências"

Galerias ripícolas

do res nulius ao black ac...

A case of you

Assimetrias

J. Fanha

Eduardo Mendoza

«o pregador de verdades d...

Belos dias

A Gente Vai Continuar

Talamou

Dylon

«A realidade é uma opiniã...

«Human»

Outono

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos