Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

God Save The Queen

«Completam-se hoje sessenta anos da ascenção ao trono da Rainha Isabel II»

 

(E assim se prova que há lugares onde os tempos não mudam, ou mudam mas os poderes são indiferentes a essa mudança, continuam inamovíveis, estáticos, mumificados. No fundo, não são poder, são uma ficção. Nada de grave quando à partida se sabe que a ascenssão ao trono é a chegada a um sítio simbólico; mas é o sítio, o trono, ou quem o ocupa, que é simbólico? Não se leva longe de mais este faz de conta, esta forma de transformar o inquilino no telhado da casa no pressuposto de que se obterá uma habitação mais estável? Convenhamos que é preciso coragem para assumir este estado de heroicidade inútil! Cumprimentos republicanos.)

Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 01:21
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Arturo Pérez-Reverte

Achamentos na Costa Vicen...

(Gente) sinistro(a)

«Someday this war's gonna...

BREXIT (adenda)

Brexit

Carla Bley

A Seiva da Raíz

Regresso à «Tabacaria»

Abril

... às portas do casino

a força da canção ao vivo...

O casino!...

Retrospectivas

Avec les temps...

Escravatura...

Umberto Eco

As ondas do Albert

Volta-de-lua

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos