Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

O movimento do pião

O livro tem um título (porventura) pretensioso – 10 Anos de Política Ambiental -, mas como em todos os livros que arrumamos na estante depois de meia hora de leitura, acaba por haver qualquer coisa de importante, nem que seja uma pequena ideia.

Neste caso gosto da ideia do movimento do pião. Diz o autor na introdução (datada de Maio de 2002):

         Com o presente livro procura-se sintetizar dez anos da Política Ambiental em Portugal. A sua leitura torna claro que o nosso País avança, mas a passos muito pequenos, com muita energia, mas com fracos resultados – como um pião, que gasta toda a sua energia a rodar.

Isto faz-me lembrar outras políticas, mas agora, aqui, cansado, depois de um dia de muita energia gasta e de fracos resultados, sinto-me como esse pião, quase a parar de rodar, prestes a cair para o lado. Consola-me a ideia da criança que amanhã enrolará o cordel e o porá novamente a rodar. Sim, só aos olhos ingénuos de uma criança este milagre é possível…

João de Quinhones Levy in 10 Anos de Política Ambiental. Oficina do Livro.

Tags:
Publicado por Fernando Delgado às 00:22
| Comentar post
Patilhar
Fernando Delgado

Pesquisar

 

Posts recentes

«Ninguém desce vivo de um...

Recomeços

«Custo social dos incêndi...

Sinais

Recoleção

Domesticação...

"geografia das ausências"

Galerias ripícolas

do res nulius ao black ac...

A case of you

Assimetrias

J. Fanha

Eduardo Mendoza

«o pregador de verdades d...

Belos dias

A Gente Vai Continuar

Talamou

Dylon

«A realidade é uma opiniã...

«Human»

Outono

MEC sobre Trump

À espera de Godot

De Niro, sem maquilhagem

Guterres

Tags

aprender

canções

estórias

interiores

leituras

notícias do casino

outros olhares

peanuts

pintura

rural

todas as tags

Arquivos